Frustração


Já parou para pensar que frustração nada mais é do que o sentimento que nasce dentro da gente, quando o ego não tem um desejo atendido?

Frustração só ocorre quando pensamos que nossos desejos pessoais (muitas vezes negativos) são mais importantes que as necessidades das outras pessoas, ou mesmo o desejo de Deus.

Sofri muito até compreender isso. Me frustrava por não ser chamado pelo amigo para a sua festa de aniversário. Ficava "para baixo", quando não tinha algo que desejava ter, como quando tentava comprar o meu primeiro microcomputador e não conseguia.
Ficava frustrado por não conseguir viajar para o exterior, conhecer os países sobre os quais tanto lia.

A frustração como toda ação maléfica, começa a corroer de dentro para fora, até nos convencermos que o que não conseguimos ter ou realizar, realmente, faz falta para nós.

Não trocou de carro? Diz com toda sinceridade? Faz diferença? Algo verdadeiramente útil ou bom deixará de acontecer porque não trocou de carro, este ano?

Não foi para o Japão? Abra seu coração e diga: O que esperava da Viagem? Provocar uma mudança na vida?  Conhecer novidades? Conhecer novas pessoas?
Precisa de uma viagem ao Japão para isso, se não conhece nem a riqueza arquitetônica do seu bairro. Não viu a flor que nasceu na calçada da sua casa nem sabe o nome do seu vizinho?

Pare e pense!
Quem se beneficia de toda energia gerada pela frustração?
Quem está por trás de todo bombardeio que recebemos de impulsos ao consumismo desmedido?

Conheci pessoas que sofreram muito e algumas ainda sofrem com a frustração.
Pior ainda é quando uma pessoa projeta em outra a culpa pelas suas frustrações.

Como seria bom se elas compreendessem que o que acontece ou o que não acontece, foi determinado por Alguém, que sabe o que precisamos ou o que não precisamos, de acordo com o proposito estabelecido por Ele, para nossa vida!

Hoje compreendo, que cada momento vivido, cada conquista ou derrota que enfrentei na minha vida, conetaram-se dentro de mim, de forma sólida, me tornando quem hoje eu sou, para que eu possa compreender melhor o momento em que estou vivendo e agir conforme o que deve ser feito.

Se eu encontrei a perfeição? Sim! Não em mim! Não sou, nem serei perfeito enquanto estiver aqui.
Sei onde a Perfeição está e é lá que quero chegar.


Por isso nunca ficamos desanimados. Mesmo que o nosso corpo vá se gastando, o nosso espírito vai se renovando dia a dia. E essa pequena e passageira aflição que sofremos vai nos trazer uma glória enorme e eterna, muito maior do que o sofrimento. Porque nós não prestamos atenção nas coisas que se veem, mas nas que não se veem. Pois o que pode ser visto dura apenas um pouco, mas o que não pode ser visto dura para sempre.
2 Coríntios 4:16-18. NTLH


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A sensação de não pertencer a este mundo!

Os olhos de Deus

Sorte ou Azar